Fatores psicossociais e profissionais promotores de qualidade de vida no processo de reforma e envelhecimento ativo

Este relatório tem como objetivo compreender e caraterizar quais os fatores psicossociais que influenciam o processo de reforma e o envelhecimento ativo, foram estudadas variáveis demográficas (género, idade, região do país), variáveis de saúde (doenças crónicas), variáveis profissionais e habilitações (situação profissional, habilitações académicas), varáveis pessoais (estilo cognitivo, espiritualidade, sentido da vida) e variáveis psicossociais (qualidade de vida e fatores psicossociais do trabalho). Com a informação recolhida pretende-se identificar necessidades e fatores de risco psicossociais na transição da vida ativa para a reforma de modo a realizar propostas para contribuir para o aumento da qualidade de vida desta população, através de um envelhecimento ativo e saudável.


Imagem de capa da revista


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2015
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 622 955 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt