As emoções: brincar e aprender = Emotions: play and learn

Isabel P. Fernandes, Mariline J. Ferreira, Túlia Cabrita, Tânia Gaspar

Resumo


É através do brincar, que a criança desde cedo expressa as suas próprias emoções, mesmo antes de saber nomeá-las (Bernardo, 2019; Cordeiro, 2012; Nunes- Valente & Monteiro, 2016). No âmbito escolar, deparamo-nos diariamente com desajustes psicológicos, com dificuldades de aprendizagem e os défices de concentração e memória, que se traduzem em alterações do humor e ansiedade, intolerância à frustração, agressividade, comportamentos antissociais (Nunes- Valente & Monteiro, 2012; Palha, 2016, p. 34; Santos, 2018). Esta capacidade é imprescindível no desenvolvimento humano, na interação e na gestão da regulação emocional com os pares (Machado, Veríssimo & Denham, 2012), destacando a intima relação com as competências socioemocionais que privilegia o sucesso escolar, favorece a promoção de saúde, o ajustamento psicossocial e a promoção de bem-estar (Cordeiro, 2012, Santos, 2018). Objetivou-se em duas salas do jardim de infância, a visualização do filme “Inside Out-Divertidamente” ponto de partida para abordar as emoções primárias. Foi desenvolvido um cubo, com o propósito de selecionarmos uma das emoções representadas no filme e uma, extra que expressava a calma/tranquilidade, para trabalharmos a técnica de relaxamento consciente, mindfulness, para a manutenção e influencia do sucesso escolar. Na sala dos três anos foram utilizados balões com arroz no interior da mesma cor das emoções representadas no filme, após o reconhecimento da emoção era desenhada a respetiva. Para a sala dos mais velhos, foi distribuído um prato, que depois de ser lançado o cubo, teriam de reconhecer pela boca e olhos espalhados, a expressão facial correspondente. Foram ainda trabalhadas outras técnicas de mindfulness, como a respiração diafragmática e a técnica dos mandalas (Borges, 2017). A reação das crianças foi bastante positiva, na resposta e execução do que lhe era pedido. Verificando-se, nas paragens do filme, era realizado um brainstorming com os bonecos de cada personagem, onde as crianças identificavam de imediato a emoção conseguindo expressá-la, algumas crianças conseguiam, inclusivamente descrever situações onde experienciaram emocionalmente o momento. Fica assim demonstrado, o contributo do tema, em crianças na faixa etária do pré-escolar, pela necessidade e relevância em implementar atividade na área da regulação e inteligência emocional, fundamental na promoção do bem-estar e inclusão na vida adulta (Santos, 2018).


An activity was planned with kindergarten children aged three to six, with the aim of working on the theme of emotions. It is through playing that children express their own emotions from an early age, even before knowing how to name them (Bernardo, 2019; Nunes- Valente & Monteiro, 2016). Highlighting the essential role of emotions in life, in maintaining mental health as well as for the success of academic and social life (Machado, Veríssimo & Danham, 2012) contributing to the healthy development of the child. In the school environment we are faced daily with psychological maladjustments, such as learning difficulties and deficits in concentration and memory, which translate into changes in mood and anxiety, intolerance to frustration, aggressiveness, antisocial behaviors (Nunes- Valente & Monteiro, 2012; Palha, 2016, p. 34; Santos, 2018). The objective was to watch the movie “Inside Out-Divertidamente” in two kindergarten rooms as a starting point to address primary emotions. A cube was developed, with the purpose of selecting one of the emotions represented in the film and an extra one that expressed calm / tranquility, to work on the technique of conscious relaxation, mindfulness, for the maintenance and influence of school success. In the three-year-old room, balloons with rice were used inside the same color as the emotions depicted in the film, after the recognition of the emotion the respective one was drawn. A plate was distributed to the seniors' room, which, after the cube was launched, would have to recognize the corresponding facial expression through their mouth and eyes. Other mindfulness techniques were also worked on, such as diaphragmatic breathing and the mandala technique (Borges, 2017). The children's reaction was very positive, in the response and execution of what was asked of them. When the film stopped, there was a brainstorming with the dolls of each character, where the children immediately identified the emotion and managed to express it, some children could even describe situations where they experienced the moment emotionally. It is thus demonstrated, the contribution of the theme, in children in the preschool age group, due to the need and relevance to implement activity in regulation and emotional intelligence, fundamental in the promotion of well-being and inclusion in adult life (Santos, 2018).


Palavras-chave / Keywords:

Competencias socioemocionais, Emoções, Brincar, Aprender.

Socio-emotional skills, Emotions, Play, Learn.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt