Memórias de infância relativas às práticas educativas parentais e vinculação do adulto ao pai e à mãe = Childhood memories of parental rearing behavior and adult attachment to father and mother

Filipa Cameirinha, Salomé Vieira-Santos

Resumo


O padrão de vinculação individual reflete as experiências precoces de cuidado, e as memórias que o indivíduo forma do comportamento parental em termos de práticas educativas influenciam o seu funcionamento mental ao longo do ciclo de vida e as relações que estabelece. Contudo, este tipo de memórias em adultos continua a carecer de estudo mais aprofundado. O presente estudo centra-se nas memórias de infância relativas às práticas educativas parentais e na perceção do adulto da vinculação ao pai e à mãe, pretendendo analisar (a) a relação entre estas dimensões e (b) as diferenças entre um grupo de homens e um grupo de mulheres. Participaram no estudo 137 indivíduos (nmulheres=77, nhomens=60), todos com filhos. Foram utilizados o EMBU Memórias de Infância e o Questionário de Vinculação ao Pai e à Mãe (QVPM), para além de um Questionário Sociodemográfico. Os resultados indicaram que, em ambos os grupos, a Inibição da Exploração e Individualidade associou-se com todas as dimensões das memórias de infância, ocorrendo também associações do Suporte Emocional e da Rejeição com a Qualidade do Laço Emocional e com a Ansiedade de Separação. Relativamente às memórias de infância, as mulheres recordaram mais Sobreproteção paterna e materna, reportando, face à vinculação do adulto, mais Ansiedade de Separação na relação com o pai e a mãe, e maior Inibição da Exploração e Individualidade na relação com a mãe. Em conclusão, as memórias de infância relativas a práticas educativas parentais associaram-se com a perceção da vinculação ao pai e à mãe, contudo a saliência de dimensões específicas pode variar consoante o sexo.


Individuals’ attachment patterns are reflected by their early care experiences, and the memories they form of parental behavior in terms of rearing practices influence their mental functioning across the life span and their relationships. However, these types of memories in adults have been understudied. This study focuses on childhood memories of parental rearing behavior and the adult’s perception of attachment to the father and mother, and seeks to analyze (a) the relationship between these dimensions and (b) the differences between a group of males and a group of females. The sample consisted of 137 participants (nfemales=77, nmales=60) with children. The participants completed the EMBU (Memories of Parental Rearing) and the FMAQ (Father/Mother Attachment Questionnaire), in addition to a Sociodemographic Questionnaire. The results indicated that for both males and females, Inhibition of Exploration and Individuality was associated with all the dimensions of childhood memories. Rejection and Emotional Warmth were also associated with Quality of Emotional Bond and Separation Anxiety. Regarding childhood memories, females recalled more paternal and maternal Overprotection, and in relation to attachment more Separation Anxiety in the relationship with both parents, and more Inhibition of Exploration and Individuality in the relationship with their mothers. In conclusion, childhood memories of parental rearing behavior were associated with the perception of attachment to the father and mother, although the salience of specific dimensions may differ according to gender.


Palavras-chave / Keywords:

Memórias de infância, Vinculação do adulto ao pai e à mãe, Homens/pais, Mulheres/mães.

Childhood memories, Adult attachment to father and mother, Males/fathers, Females/mothers.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt