Depressão e habilidades sociais na adolescência: Um estudo de foto-elicitação = Depression and social skills in adolescence: A photo-elicitation study

Gabriela Trombeta Santos

Resumo


Estudos anteriores encontraram associações entre repertórios menos elaborados de habilidades sociais e a prevalência sintomas depressivos na adolescência.
No entanto, apesar de haver muitos estudos abordando essas associações quantitativamente, poucos estudos buscam compreender essa relação de forma qualitativa, levando em consideração a experiência dos próprios adolescentes sobre como essas variáveis estão presentes no seu dia a dia. Nesse sentido, esse estudo tem como objetivo explorar, de forma qualitativa por meio da foto-elicitação, como habilidades sociais interferem na vida dos adolescentes e como isso acontece de forma semelhante ou diferente de acordo com a presença ou ausência de sintomas depressivos. Foi solicitado aos adolescentes que tirassem 12 fotos respondendo à pergunta "Como você vê sua vida agora?" . Entrevistas individuais sobre as fotos dos participantes foram conduzidas. Oito adolescentes selecionados foram divididos em dois grupos, considerando a presença e ausência de sintomas de depressão, sexo e condições socioeconômicas. Uma análise temática das entrevistas foi realizada com o NVIVO 12. As imagens foram integradas aos dados das entrevistas utilizando quatro questões principais para guiar esse processo. Foram identificados três temas principais: Mudanças de vida, Relacionamento com os pais e Estratégias de Enfrentamento. Comportamentos relacionados a habilidades sociais foram associados ao suporte social percebido pelos adolescentes e considerados um fator protetor para a depressão principalmente durante eventos estressantes. Relacionamento com pais e novos colegas de escola foram os mais desafiadores em relação a habilidades sociais. Hobbies facilitaram o envolvimento dos adolescentes em interações sociais.


Previous studies have found associations between lower social skills levels and the prevalence of depressive symptoms in adolescents. However, despite there is many studies addressing these associations quantitatively, few studies seek to understand this relationship qualitatively, taking into account the adolescents’ own experiences about how these variables are present in their daily lives. In this sense, the study aims to explore, in a qualitative way through the photo-elicitation method, how social skills interferes in adolescents’ lives and how it happens similarly or differently depending on the presence or absence of depression symptoms. Adolescents were asked to take 12 pictures answering the question "How do you see your life now?" followed by individual interviews about participant's pictures. Eight selected adolescents were divided into two groups considering the presence and absence of depression symptoms, gender and socio-economic conditions. A thematic analysis of the interviews was performed using NVIVO 12. Pictures were integrated with interview data using four main questions as guidance. Three main themes were identified: Life changes, Parent Relationships and Coping Resources. Social skills behaviors were associated with adolescents' social perceived support and considered a protective factor for depression mainly during stressful life events. Relationships with parents and new school colleagues were the main sources of social skills challenges. Hobbies were found to facilitate adolescents engagement in social interactions


Palavras-chave / Keywords:

Adolescentes, Depressão, Habilidades sociais, Suporte social, Foto-elicitação.

Adolescents, Depression, Social skills, Social support, Photo-elicitation.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt