A regulação emocional nas crianças com PHDA: Perceções e práticas dos professores do 1º ciclo do ensino básico = Emotional regulation in children with ADHD: Perceptions and practices of teachers in the 1st cycle of basic education

Anabela Gomes, Sabrina Ferreira Barbosa, Esperança Jales Ribeiro, Leandra Cordeiro

Resumo


O estudo da Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA) aborda variáveis relacionadas com três sintomas centrais: desatenção, hiperatividade e impulsividade. No entanto, nos últimos anos têm surgido pesquisas que recentralizaram o campo analítico, ressalvando as dificuldades emocionais e os desafios sociais nas crianças com esse diagnóstico. Neste estudo, pretendeu-se analisar as perceções dos professores do 1.o Ciclo sobre o impacto no quotidiano escolar da presença de crianças com PHDA e dos problemas comportamentais que resultam da desregulação emocional. É um estudo qualitativo de cariz exploratório onde foram inquiridos 18 docentes de um agrupamento de escolas da zona centro do país, através de um questionário construído para o efeito. Foi realizada uma análise descritiva dos dados. Cerca de 90% dos docentes sinalizam défices sociais e emocionais relevantes associados à tríade sintomatológica e 85% indicam a necessidade de utilizar metodologias específicas no processo ensino/aprendizagem com estas crianças. A obtenção de formação foi considerada uma mais-valia para a melhoria da prática educativa junto de alunos com PHDA, mesmo que assumam essa lacuna na formação. Admite-se a complexidade da problemática o que exige a utilização de estratégias específicas na alteração comportamental e na regulação emocional que têm que ir além da terapêutica farmacológica.


The study of Hyperactivity Disorder and Attention Deficit Disorder (ADHD) addresses variables related to three central symptoms: inattention, hyperactivity and impulsivity. However, in recent years there have been researches that have recentralized the analytical field, highlighting the emotional difficulties and social challenges in children with this diagnosis. In this study, it was intended to analyze the perceptions of teachers of the 1st Cycle about the impact on the daily school life of the presence of children with ADHD and of the behavioral problems that result from emotional dysregulation. It is an exploratory qualitative study in which 18 teachers from a group of schools in the center of the country were surveyed, using a questionnaire designed for this purpose. A descriptive analysis of the data was performed. About 90% of teachers indicate relevant social and emotional deficits associated with the symptomatic triad and 85% indicate the need to use specific methodologies in the teaching / learning process with these children. Obtaining training was considered an asset to improve educational practice with students with ADHD, even if they assume this gap in training. The complexity of the problem is admitted, which requires the use of specific strategies for behavioral change and emotional regulation that have to go beyond pharmacological therapy.


Palavras-chave / Keywords:

PHDA, Regulação emocional, Perceções e atitudes, Professores.

PHDA, Emotional regulation, Perceptions and attitudes, Teachers.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt