Alienação parental e stress tóxico – Emoções sob a perspetiva da prática judiciária em contexto de elevado conflito parental = Parental alienation and toxic stress – Emotions from the perspective of judicial practice in the context [...]

Sandra Inês Feitor

Resumo


Cada vez mais confrontados nos Tribunais de Família e Menores com o envolvimento de crianças trianguladas no conflito parental, a reboque das emoções negativos por aqueles nutridos que contaminam a estabilidade emocional das crianças em contexto de rutpura conjugal. Muitas vezes, casos severos de privação da convivência familiar surgem onde a criança é levada a assumir um papel crucial na rejeição do outro que é afastado, indiferentes ao impacto na intersubjectividade e deformação na personalidade da criança que prolongados e intensos conflitos de lealdade e correspondência a expectativas trazem para esta na sua formação e psicodesenvolvimento. Em sede de avaliação psicológica pericial revelam sinais de sintomatologia depressiva e transtorno de ansiedade, característicos de prolongada exposição e vivência de stress tóxico. Situação que demasiadas vezes é relativizada pelos nossos Tribunais incapazes de lidar com os aspectos subjectivos das emoções e de compreender a dimensão do dano na formação da personalidade e da estrutura neurológica que pode ser comprometida pelas alterações químicas do cérebro produzidas neste cenário de sofrimento contido. Análise de casos concretos e relatórios periciais. Casos formalmente solucionados sem adequação ao caso concreto ou solução dos problemas de fundo. Necessário diálogo interdisciplinar, formação obrigatória e cooperação multidisciplinar.


Increasingly confronted in the Family Courts with the involvement of triangulated children in parental conflict, in the wake of negative emotions by those nurtured that contaminate the emotional stability of children in the context of parental disruption. Often, severe cases of deprivation of family life arise where the child is led to assume a crucial role in the rejection of the other who is estranged, regardless of the impact on intersubjectivity and deformation of child's personality facing intense conflicts of loyalty and correspondence to expectations bring to the child’s psychodevelopment. In the context of expert psychological assessment, they reveal signs of depressive symptoms and anxiety disorder, which are characteristic of prolonged exposure and experience of toxic stress. A situation that is too often relativized by our Courts, unable to deal with the subjective aspects of emotions and to understand the extent of the damage in the formation of the personality and the neurological structure that can be compromised by the chemical changes in the brain produced in this scenario of contained suffering. Análise de casos concretos e relatórios periciais. Cases formally solved, but not adapted to the specific case or solution of the fundamental problems. Interdisciplinary dialogue, mandatory training and multidisciplinary cooperation are required.


Palavras-chave / Keywords:

Alienação Parental, Família, Criança, Conflito, Emoções.

Parental alienation, Family, Child, Conflict, Emotions.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt