Autorregulação emocional em jovens: estudo exploratório sobre o papel da meditação em contexto escolar = Emotional self-regulation in young people: an exploratory study on the role of meditation in school context

Helena Rodrigues, Marisa Almeida, Leandra Cordeiro, Esperança Jales Ribeiro

Resumo


A literatura tem comprovado que as pessoas que meditam regularmente são mais felizes e têm maiores níveis de satisfação com a vida. (Ivanowski & Malhi, 2007; Shapiro et al., 2008), mostrando benefícios na estimulação de estados emocionais positivos, na gestão do stress (Brown & Ryan, 2003) e na regulação emocional. O estudo tem como objetivo perceber o papel da autorregulação emocional em jovens, através de técnicas de meditação, designadamente, em contexto escolar. Acompanhou-se a implementação de um programa de meditação, organizado em 5 sessões, numa turma de uma Escola Profissional. A amostra é composta por 18 estudantes do género masculino entre os 16 e os 19 anos. Foram aplicados questionários para compreender a perceção dos participantes em algumas dimensões (ansiedade, preocupação com assuntos externos à escola, pressão com resultados académicos) no início e após a conclusão do programa. Os resultados foram analisados estatisticamente. Verificou-se que a prática de meditação é benéfica ao permitir que os seus praticantes experienciem níveis de maior consciência e satisfação sobre si mesmos, contribuindo para relações mais equilibradas e maior cooperação e compaixão. Constatou-se também que a meditação se mostra eficaz na redução da ansiedade, permitindo ao indivíduo dissociar-se de fontes de stress, coadjuvando à concentração na tarefa em curso. Embora a carência de investigação dos ganhos da meditação em contexto escolar, os resultados encontrados apontam para a sua pertinência e oportunidade.


This study aims to understand the role of emotional self-regulation in young people through meditation techniques, in school context. For that, we followed the implementation of a meditation program, organized in 5 sessions, in a class at the Professional School of Carvalhais, in Viseu. The sample under study is constituted by 18 students, all male, aged between 16 and 19, and their teacher. To obtain data, questionnaires were applied in order understand participants' perceptions of some dimensions related to anxiety, concerns about issues external the school, pressure on academic results, for example, at the beginning and after conclusion of the program. Results were statistically analysed. Results shows that meditation has benefits as it allows its practitioners to experience levels of greater awareness and self-satisfaction, contributing to balanced relationships and greater cooperation and compassion among students. Meditation can also be effective in reducing anxiety, allowing individuals to disassociate themselves from sources of stress, promoting concentration on the task.


Palavras-chave / Keywords:

Autorregulação emocional, Meditação, Jovens, Escola.

Emotional self-regulation, Meditation, Youth, School.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt