Empatia, agressão e violência em adolescentes: um estudo de coorte transversal = Empathy, aggression and violence in adolescents: a cross-section cohort study

Rafael Corrêa, Susana Gaspar, Carmem Beatriz Neufeld, Margarida Gaspar de Matos, Ana Maria de Almeida

Resumo


Este estudo tem como objetivo analisar as associações entre empatia, agressão e violência em adolescentes. Estudo de coorte transversal realizado com 722 adolescentes. A empatia foi analisada em conjunto com as variáveis regulação parental, sentimento de solidão, agressão física na família, envolvimento em brigas, lesões, bulleying (vítima e agressor), no grupo total e estratificado por gênero. Teste chi- quadrado e Regressão Logística Binomial foram usados para análise de dados. Em geral, os adolescentes apresentam alta frequência e dificuldade em empatia. A regulação parental e o envolvimento em brigas indicam uma redução na frequência de empatia para as meninas. O aumento da dificuldade em empatia está relacionado à agressão física familiar e à presença de lesões para os meninos, e para as meninas a relação foi observada pela regulamentação dos pais. O bullying está relacionado ao aumento da dificuldade de empatia em ambos os sexos. A empatia foi associada à regulação parental e bullying. As pesquisas e intervenções podem considerar as associações apresentadas neste estudo, procurando os fatores contextuais que influenciam na relação entre empatia, agressão e violência.


This study aims to analyze the associations between empathy, aggression and violence in adolescent. Cross-sectional cohort study carried out with 722 adolescents. The level of empathy was analyzed with parental regulation, feeling loneliness, physical aggression in the family, fight involvement, injury, being bullied and bully, in the total group and stratified by gender. Independent chi-square test and Binomial Logistic Regression were used. In general, adolescents show high frequency and high difficulty in empathy. Parental regulation and involvement in fights indicate a low frequency of empathy for girls. The increase in difficulty in empathy is related to family physical aggression and the presence of injuries for boys, and for girls the relationship was observed by parent’s regulation. Bullying is related to the increased difficulty of empathy in both genders. Empathy was associated with parental regulation and bullying. Research and interventions can consider the associations presented in this study, looking for contextual factors that influence the relationship between empathy, aggression and violence.


Palavras-chave / Keyword:

Saúde do adolescente, Habilidades sociais, Bullying, Solidão.

Adolescent health, Social skills, Bullying, Loneliness.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt