Concepções, de estudantes, sobre a reintegração familiar de crianças e adolescentes em situação de abrigo = Student conceptions on the reintegration of children and adolescente families in shelter situation

Raquel Mercedes Pinto Mascareno, Giulliana Karla Santos de Lima Marques, Francinete Silva da Silveira, Nádia Patricia Cordeiro Silva, Rafly Walone da Costa Vasconcelos

Resumo


Pesquisas mostram concepções negativas, dos profissionais de abrigos para crianças e adolescentes, sobre a reintegração familiar. Destacam-se também a ineficácia das políticas públicas no apoio à reintegração e a falta de formação desses profissionais, incluindo o psicólogo. Diante dessa situação a pesquisa teve como objetivo analisar as concepções, de estudantes de psicologia, sobre a reintegração familiar de crianças e adolescentes em situação de abrigo. Responderam questionários, 76 estudantes de Psicologia do Centro Universitário de João Pessoa-PB, no Brasil, cujas respostas foram categorizadas. Os resultados mostram que, diferentemente das concepções dos profissionais, predomina uma visão favorável (56,6%) e parcialmente favorável (34,3%) à reintegração familiar, embora 63,2% das respostas aponte a ineficácia das políticas públicas para favorecer essa reintegração. E que, contrariamente ao destacado por pesquisadores, os estudantes tem uma boa formação nesta área. Concluímos que a melhoria na formação destes estudantes pode favorecer a reintegração familiar nos abrigos institucionais e sensibilizar o governo para melhorar as políticas públicas existentes. 

 

Studies show the negative conceptions that professionals from children and teenager’s shelters have regarding family reintegration. They also stand out the ineffectiveness of the public policies in respect of supporting the family reintegration and the lack of trained professionals, including psychologists. On this context, this research analyzes the concepts that psychology students have about family reintegration of children and adolescents in a shelter. 76 psychology students from the University Center of João Pessoa, PB, Brazil filled out questionnaires and had their answers were categorized. Different from the conception of the professionals, the results of the research show that predominates a favorable (56.6%) and partially favorable view (34.3%) on family reintegration, although 63.2% of respondents pointed out the inefficiency of public policies to promote such reintegration. And, differently from what was pointed out by researchers, the students have knowledge in this area. We conclude that the improvement in the formation of these students may promote family reintegration in institutional shelters and sensibly the government to improve the existing public policies.

 

Palavras-chave / Keywords

Criança e adolescente, Reinserção familiar, Políticas públicas, Abrigos institucionais, Atuação psicólogo.

Children and adolescent, Family reintegration, Public policies, Institutional shelters, Psychologist acting.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt