O papel mediador dos estilos de resolução de conflito na relação entre qualidade conjugal e apego = The mediator role of conflict resolution styles on marital quality and attachment

Patrícia Scheeren, Rebeca Veras de Andrade Vieira, Viviane Ribeiro Goulart, Adriana Wagner

Resumo


Determinadas variáveis podem atuar como mediadoras entre a qualidade conjugal, os aspectos sócio-emocionais dos sujeitos e seu contexto. O objetivo deste estudo foi testar se os estilos de resolução de conflitos atuam como mediadores da relação entre os estilos de apego e a qualidade conjugal. Participaram da pesquisa 214 casais, com idade entre 18 e 75 anos, residentes na região sul do Brasil. Os participantes responderam três instrumentos: 1) Golombok Rust Inventory of Marital State – GRIMS foi utilizado para avaliar a qualidade do relacionamento conjugal. 2) The Conflict Resolution Style Inventory – CRSI foi usado para avaliar padrões de resolução de conflitos conjugais: resolução positiva dos problemas, envolvimento no conflito, afastamento e submissão. 3) Escala de Apego Adulto – EVA foi utilizada para avaliar estilos de apego: proximidade, confiança e ansiedade. Os resultados apontaram que os estilos de resolução de conflitos mediaram a relação entre o apego e a qualidade conjugal, sendo observada uma diferença entre maridos e esposas. Em geral, a vinculação insegura associada a um estilo de resolução de conflito negativo diminui os níveis de qualidade conjugal. Ademais, uma vinculação do tipo segura ou insegura associada à resolução positiva do conflito tende a melhorar a qualidade conjugal. Por outro lado, em mulheres, a qualidade conjugal é prejudicada pelo estilo de submissão na resolução de conflito, mesmo quando elas apresentam o estilo de apego conforto com a proximidade. Esses achados sugerem a importância da ampliação do repertório de estratégias positivas de resolução de conflitos para o casal visando a promoção da qualidade conjugal. 

 

Certain variables can act as mediators between marital quality, socio-emotional aspects of the individuals and their context. The aim of this study was to investigate whether the styles of conflict resolution act as mediators of the relationship between attachment styles and marital quality. 214 couples participated in the study, aged between 18 and 75 years old, residents in southern Brazil. The participants completed three instruments: 1) Golombok Rust Inventory of Marital State– GRIMS to evaluate the marital quality. 2) The Conflict Resolution Style Inventory – CRSI to evaluate the couples’ conflict resolution styles: positive problem solving, conflict engagement, withdrawal and compliance. 3) Adult Attachment Scale – EVA to evaluate the attachment styles: closeness, confidence and anxiety. The results indicated that the styles of conflict resolution mediated the relationship between attachment and marital quality, being observed a difference between husbands and wives. These findings suggest the importance of expanding the repertoire of positive strategies of conflict resolution of the couples for the promotion of marital quality. In general, the insecure attachment style associated with a negative conflict resolution decreased levels of marital quality. In addition, a secure or insecure attachment associated with positive conflict resolution tended to improve marital quality. Conversely, in women, marital quality was impaired by the withdrawal style in conflict resolution, even when they had the attachment style comfortable with closeness. These findings suggest the importance of expanding the repertoire of positive strategies of conflict resolution of the couples for the promotion of marital quality. 

 

Palavras-chave/Keywords

Qualidade conjugal, Conflito conjugal, Estilos de apego.

Marital quality, Marital conflict, Attachment styles.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt