A intervenção clínica com famílias: da queixa à demanda = Clinical intervention with families: from the complaint to the demand

Angélica Paula Neumann, Adriana Wagner

Resumo


Uma das principais tarefas da terapia familiar é a passagem da queixa, geralmente centrada em um único indivíduo, para a demanda familiar, entendida como a dinâmica subjacente a essa queixa. Com o intuito de compreender melhor esse processo, esta pesquisa investigou a compreensão de 41 adultos encaminhados para terapia familiar sobre o problema que enfrentavam. Foram realizadas entrevistas individuais antes da primeira sessão de terapia, e os dados foram analisados através de Análise de Conteúdo. Os resultados corroboram a literatura ao constatar que a maior parte das famílias chega à terapia com queixas centradas em uma única pessoa. No entanto, demonstram que existe uma compreensão incipiente dos sujeitos entrevistados de que essa queixa é influenciada por outros elementos do sistema familiar, como, por exemplo, o exercício da parentalidade. Apesar desse entendimento, os entrevistados tendem a criticar o comportamento parental do outro progenitor, havendo pouco questionamento sobre suas próprias ações. Conclui-se que deve fazer parte da entrevista inicial o trabalho de ampliar o foco da queixa centrada num só indivíduo para a dinâmica familiar. Realizar essa tarefa no inicio da intervenção terapêutica possibilita que todos os membros da família percebam-se implicados com o real problema familiar e comprometam-se com o tratamento. 

 

One of the main tasks of family therapy is to pass from the first complaint, which is usually focused in one person only, to the family demand, which is the subjacent dynamic of this complaint. With the purpose of better understanding this process, this study investigated how 41 adults referred to family therapy perceived the problem they were facing. Individual interviews were realized before the first therapy session. Data was analyzed through Content Analysis. Results confirm the literature by showing that most part of families’ first complaints were centered in one person only. However, participants shown an initial understanding that this complaint is influenced by other elements of family system, for example, parental behavior. In spite of this, the subjects interviewed tended to criticize parental behavior of the other parent, and did not evaluate their own parental actions. It’s concluded that the first family therapy interview must expand the complaint centered in only one person to the understanding of the family dynamic. Achieve this task on the beginning of therapeutic intervention allow all members of the family to get involved with the real family problem, as well as to compromise with the treatment. 

 

Palavras-chave/Keywords

Intervenção clinica, Queixa, Demanda, Terapia familiar, Avaliação.

Clinical intervention, Complaint, Demand, Family therapy, Evaluation.

 


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2017
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 622 955 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt