As estratégias de resolução de conflitos nas diferentes fases do ciclo vital do casamento = Conflict resolution strategies along the marital life cycle

Marina Zanella Delatorre, Patrícia Scheeren, Adriana Wagner

Resumo


A literatura descreve quatro fases referentes ao ciclo vital conjugal: a formação do casal, casal com filhos pequenos, casal com filhos adolescentes e casal com filhos adultos. O objetivo deste trabalho foi descrever as estratégias de resolução de conflitos utilizadas de acordo com o tempo de relacionamento do casal e as fases do seu ciclo vital. Participaram do estudo 750 casais com idade entre 18 e 80 anos, de níveis socioeconômicos distintos, residentes na região sul do Brasil. O tempo médio de relacionamento foi de 15,76 anos (DP = 10,41). Os casais responderam individualmente a um questionário de dados sociodemográficos e ao Conflict Resolution Behavior Questionnaire – CRBQ, que investiga as estratégias de resolução de conflitos: ataque, evitação e acordo. Foram encontradas diferenças apenas na dimensão de evitação com relação ao tempo de casamento [F(5, 1406) = 3,88, p = 0,002] e as fases do ciclo vital [F(3, 1424) = 8,11, p < 0,001]. Os resultados indicaram que participantes com até cinco anos de relacionamento utilizaram menos estratégias de evitação comparados àqueles com mais de 21 anos de casamento. Com relação ao ciclo vital, participantes com filhos adultos utilizaram mais estratégias de evitação em relação aos demais. Esse resultado pode ser reflexo de dificuldades no manejo dos conflitos conjugais após o crescimento dos filhos, momento em que estes costumam deixar a casa dos pais. Conclui-se que as estratégias de resolução de conflitos podem estar vinculadas a determinadas tarefas do ciclo vital, que se impõem ao longo da vida dos casais.

The literature describes four phases concerning the marital life cycle: the formation of the couple, couple with small children, couple with teenagers and couple with adult children. The aim of this study was to describe the conflict resolution styles used in each phase of the marital life cycle and related to the length of their relationship. 750 couples participated in the study, aged between 18 and 80 years old, from different socioeconomic levels, residents in southern Brazil. The average length of relationship was 15.76 years (SD = 10.41). Couples responded individually to a sociodemographic questionnaire and the Conflict Resolution Behavior Questionnaire – CRBQ, which evaluate the following conflict resolution styles: attack, avoidance and compromise. Differences were found only in avoidance resolution style with respect to the length of relationship [F(5, 1406) = 3.88, p = .002] and the life cycle phases [F(3, 1424) = 8.11, p < .001]. Results indicated that participants with relationships lasting under five years used less avoidance strategies than those with more than 21 years of marriage. Regarding the life cycle, participants with adult children used more avoidance strategies when compared to others. This result may reflect difficulties in handling marital conflicts after raising children, when they usually leave their parents' home. We conclude that the conflict resolution strategies may be linked to certain tasks that are imposed to couples in their life cycle.

 

Palavras-chave/Keywords

Conflito conjugal; Tempo de relacionamento; Ciclo vital conjugal.

Marital conflict; Length of relationship; Marital life cycle.

 

 

 


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt