Violência doméstica e crianças em risco: estudo empírico com autos da polícia = Domestic violence and children at risk: empirical study of police records

Ana Sani, Cristiana Carvalho

Resumo


O artigo apresenta um estudo exploratório, que concilia as componentes quantitativas e qualitativa na análise de autos de notícia e denúncia relacionados com crimes de violência doméstica, reportados no ano de 2010, a uma esquadra de Polícia de Segurança Pública (PSP) do Porto. Em termos específicos, e neste artigo em concreto, o objetivo foi examinar a presença de menores, direta ou indiretamente envolvidos nestas situações, mediante a análise fatual e discursiva dos autos policiais. Para tal foram recolhidos 167 autos de notícia e de denúncia de situações de violência doméstica, os quais foram objeto de uma análise quantitativa em Excel. Os resultados revelaram que 45% dos casos era de famílias com filhos, admitindo-se que em 29% das situações de violência doméstica pudesse ter sido presenciada por menores. Os resultados da análise de conteúdo a 141 desses autos, selecionados pelo facto da violência nestes casos ser perpetrada por parceiro íntimo, reforça a ideia de que há menores presentes em muitas das ocorrência registadas pela polícia de violência doméstica. Os dados revelam existirem também situações de violência física e psicológica diretamente sobre as crianças e jovens, incluindo instrumentalização dos filhos. Os resultados encontrados corroboram os estudos nacionais e internacionais quanto à evidência do fenómeno de exposição de crianças à violência doméstica e a necessidade de agentes policiais reforçarem a sua formação especializada nesta problemática social, com conhecimento e treino de competências de intervenção junto destas crianças em situação de risco.

 

This paper presents an exploratory study, which combines the components of quantitative and qualitative analysis of official reports and denounces related to crimes of domestic violence reported in 2010, to a police station in Porto (PSP).  In specific terms, and in this paper in particular, the purpose was to examine the presence of children, involved directly or indirectly in these situations, through the analysis of the factual and discursive police records. A total of 167 official reports and accusations of domestic violence was collected and subjected to a quantitative analysis in Excel. The results revealed that 45% of the cases were from families with children, assuming that 29% of domestic violence could have been witnessed by them. The results of content analysis to 141 of these records, selected by the fact that the violence in these cases be perpetrated by an intimate partner, reinforces the idea that there are children present in many of occurrence of domestic violence recorded by the police. The data reveals that there are also situations of physical and psychological violence directly on children, including instrumentalization. The results also confirm the national and international studies conclusions for the evidence of the phenomenon of children's exposure to domestic violence and the need for police officers to increase their specialized training in this social problem, with knowledge and training the intervention skills with these children at risk.

 

Palavras-chave / Keywords

Violência doméstica, Criança, risco, Polícia.

Domestic violence, Children, Risk, Police.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt