Aversão pelo eu: estudo das propriedades psicométricas da escala multidimensional da autoaversão para adolescentes = Self-disgust: Psychometric properties of the multidimensional self-disgust scale for adolescents

Diogo Carreiras, Mariana Guilherme, Paula Castilho, Marina Cunha

Resumo


A adolescência é uma etapa desenvolvimental com múltiplas mudanças, que englobam a maturação física, a construção de modelos cognitivos complexos acerca do eu e dos outros, comportamentos pró-sociais e a formação de um sentido de autoidentidade independente. Competências cognitivas evoluídas como a autoavaliação tornam-se mais salientes, podendo existir mais problemas na relação interna. A autoaversão é uma emoção complexa ligada à forma de “como existo na minha mente”, apresentando um foco interno autoavaliativo pautado por sentimentos de repulsa e nojo por atributos físicos, personalidade, funcionamento e comportamentos do próprio. O objetivo do presente estudo foi adaptar e validar a Escala Multidimensional de Autoaversão, para adolescentes (EMA-A). A amostra do estudo foi composta por 540 adolescentes portugueses, com idades entre os 13 e os 18 anos. Foram usados questionários de autorresposta que avaliaram diversos indicadores de psicopatologia e autocompaixão. Os resultados da Análise Fatorial Confirmatória mostraram que o modelo com quatro fatores de primeira ordem e com um fator de segunda ordem apresentou um bom ajustamento aos dados. A escala total e os seus fatores mostraram uma boa consistência interna, uma estabilidade temporal adequada e uma boa validade convergente. A EMA-A parece ser uma medida válida para avaliar a emoção de nojo e aversão dirigida ao eu em adolescentes, sendo um importante contributo para a prática clínica e investigação.


Adolescence is a developmental stage with several changes, including physical maturation, complex cognitive models about the self and others, prosocial behaviors and the elaboration of a sense of an independent self-identity. Evolved cognitive skills such as self-evaluation become more prominent, and problems in the relationship with the self may appear. Self-disgust is a complex emotion related to the way “I exist in my mind”, and it has a self-evaluative focus with feelings of repulse and disgust for physical attributes, personality, functioning and behaviors of oneself. The aim of the present study was to validate de Multidimensional Self-Disgust Scale for Adolescents (MSDS-A). The sample comprised 540 adolescents with an age-range between 13 and 18 years. Self-report questionnaires to assess psychopathology and self-compassion were used. CFA results showed that the better solution was a 4-factor first order model with a second order factor. The total scale and subscales revealed good internal consistency, adequate temporal stability and good convergent validity. The MSDS-A seems to be a valid measure to assess self-disgust in adolescents, being an important contribution to clinical practice and research.


Palavras-chave / Keywords:

Adolescência, Autoaversão, Análise fatorial confirmatória, Propriedades psicométricas.

Adolescence, Self-disgust, Confirmatory factor analysis, Psychometric properties.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt