Estudos de caso: Abuso sexual infantil num casal de gémeos = Case studies: Child sexual abuse in a pair of twins

Mónica Corte, Sílvia Gonçalves

Resumo


O abuso sexual infantil é definido como qualquer contato ou interação entre uma criança ou adolescente e alguém em estágio mais avançado de desenvolvimento psicossexual que usa a vítima para estimular-se sexualmente (1). O objetivo deste estudo é descrever dois estudos de caso relativos a um casal de gémeos vítimas de abuso de sexual, por parte de um familiar. As crianças, de 6 anos de idade, foram encaminhas para intervenção psicológica, pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens local (CPCJ), um mês após a identificação de abuso sexual por parte do avô materno. Os casos foram distribuídos por dois psicólogos diferentes de um Serviço de Saúde Mental da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP). Para avaliação, recorreu- se à entrevista clínica, assim como foram utilizados instrumentos complementares, nomeadamente o Questionário de Comportamentos da Criança (ASEBA CBCL) e o Family Relation Test (FRT). Recolheu-se também informação junto da professora da escola. Os resultados sugerem valores normativos na CBCL na rapariga e valores borderline no rapaz (Internalização e Externalização). Ambos revelam fatores de risco (ex., história familiar de abuso sexual ou baixo nível socioeconómico). O FRT evidencia maior envolvimento emocional com a progenitora. O desempenho escolar da menina aparenta estar ajustado, já o do rapaz apresenta maiores dificuldades de aprendizagem e comportamentais. Nas crianças que vivenciam abuso sexual, existem diferenças no impacto psicológico em função do género (2,3). De igual modo, os fatores de risco e proteção identificados vão a encontro da investigação (4,5). Organizações como a CVP podem ter um papel fundamental na comunidade, ao nível da intervenção psicológica nesta área, em particular articulando com as CPCJs. Desta forma, promovendo o acesso a serviços de saúde mental.


Child sexual abuse is defined as any contact or interaction between a child or adolescent and someone in a more advanced stage of psychosexual development who uses the victim to stimulate themselves sexually (1). The aim of this study is to describe two case studies concerning a couple of twin’s victims of sexual abuse by a family member. The 6-year-old children were referred for psychological intervention by the local Commission for the Protection of Children and Youth (CPCJ), one month after the identification of sexual abuse by the maternal grandfather. The cases were distributed by two different psychologists from a Mental Health Service of the Portuguese Red Cross (CVP). For evaluation, a clinical interview was used, as well as complementary instruments, namely the Child Behavior Questionnaire (ASEBA CBCL) and the Family Relation Test (FRT). Information was also collected from the school teacher. The results suggest normative values in the CBCL in the girl and borderline values in the boy (Internalization and Externalization). Both reveal risk factors (eg, family history of sexual abuse or low socioeconomic status). FRT shows greater emotional involvement with the parent. The school performance of the girl appears to be adjusted, whereas that of the boy has greater learning and behavioral difficulties. In children who experience sexual abuse, there are differences in psychological impact based on gender (2,3). Similarly, the identified risk and protection factors are in line with the investigation (4,5). Organizations such as CVP can play a fundamental role in the community, in terms of psychological intervention in this area, in particular by articulating with CPCJs, thus promoting access to mental health services.


Palavras-chave / Keywords:

Abuso sexual infância, Impacto psicológico, Fatores de risco e proteção.

Childhood sexual abuse, Psychological impact, Risk and protection factors.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt