Intervenção da musicoterapia com grávidas adolescentes: ressonâncias nas competências de comunicação após o parto = Music therapy intervention with pregnant adolescents: resonances on communication skills after childbirth

Eduarda Carvalho, Daniela Morais, João Justo

Resumo


A intervenção da musicoterapia e do canto pré-natal na gravidez tem sido referenciada na promoção da saúde materna e, particularmente, na ligação materno-fetal e na intencionalidade comunicativa do bebé e da díade mãe-bebé. Há referência de estudos recentes (Ravindra, A, M. Chansoria, R. Konanki, D. K. Tiwari, 2012) acerca do efeito da estimulação musical pré-natal no comportamento do bebé após o parto, revelando benefícios da exposição musical pré-natal no comportamento neonatal. A gravidez e a maternidade na adolescência apresenta vulnerabilidade registando-se baixa autoestima, níveis altos de ansiedade (Carvalho, Leal & Sá, 2004), menor estimulação verbal e menor empatia materna e menor intencionalidade comunicativa (Leslie & Diebden, 2004), o que justifica a pertinência do recurso à musicoterapia e ao canto pré-natal. O objectivo do presente estudo exploratório é avaliar, através da aplicação da Brazelton Neonatal Behavioral Assessment Scale (NBAS), as competências de comunicação do bebé após o parto, em adolescentes sujeitas a intervenção de sessões de canto pré-natal a partir do terceiro trimestre de gravidez, durante um período de seis meses.

 

The intervention of music therapy and prenatal singing in pregnancy has been referenced to promote maternal health, and particularly in the maternal- fetal bonding and communicative intentionality of the baby and mother-infant dyad. There are reports of recent studies (Ravindra, A, M. Chansoria, R. Konanki, DK Tiwari, 2012) on the effect of prenatal music stimulation on the behavior of the baby after birth, revealing benefits of prenatal music exposure on neonatal behavior. The pregnancy and teenage motherhood is vulnerable, with low self-esteem, high levels of anxiety (Carvalho Leal & Sá, 2004), with lower verbal stimulation and lower maternal empathy and less communicative intentionality (Diebden & Leslie, 2004), which justifies the appropriateness of the use of music therapy and prenatal singing. The purpose of this exploratory study is to evaluate, through the application of the Brazelton Neonatal Behavioral Assessment Scale (NBAS), the communication skills of the baby after childbirth, subject to intervention in adolescents of prenatal singing sessions from the third quarter of pregnancy for a period of six months.

 

Palavras-chave / Keywords

Musicoterapia, Canto pré-natal, Gravidez, Adolescência, NBAS.

Musictherapy, Prenatal singing, Pregnancy, Adolescence, NBAS.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt