Adesão e controlo glicémico em adoloescentes com diabetes tipo 1: o papel moderador da idade, género e apoio familiar = Adherence and glycemic control in adolescnts with type 1 diabetes: the moderating role of age, gender and family support

Ana C. Almeida, Ana Mónica Machado, Cristina Bernardo, M. Engrácia Leandro, M. Graça Pereira

Resumo


A adesão e o controlo glicémico diminuem durante a adolescência e as relações familiares influenciam os resultados da diabetes. Este estudo analisou o efeito da interação do apoio familiar, idade e sexo dos adolescentes na relação entre a adesão e o controlo glicémico em adolescentes com Diabetes Tipo 1 (DT1). A amostra incluiu 100 adolescentes com DT1 e respetivo progenitor que acompanhou o adolescente à consulta. Os adolescentes foram avaliados ao nível da adesão ao tratamento (Self-Care Inventory-Revised), comportamento familiar na diabetes (Diabetes Family Behavior Scale) e ao nível do controlo glicémico (hemoglobina glicosilada). As interações entre adesão, apoio familiar e idade e género dos adolescentes foram ambas negativamente significativas e explicaram 24,12% e 22,0 2% da variância, respetivamente. Maior apoio familiar, ser rapariga, e mais jovem moderaram a relação entre a adesão e o controlo glicémico. De acordo com os resultados é crucial que tanto os pais como os adolescentes se envolvam na gestão da diabetes, melhorem as competências de gestão da diabetes, e aumentem as competências de resolução de problemas, a fim de melhorar os comportamentos de aderência e o controlo glicémico e prevenir complicações da diabetes e conflitos familiares.


Adherence and glycemic control decrease during adolescence and family relationships influence diabetes outcomes. This study analyzed the interaction effect of adolescents’ family support, age, and gender in the relationship between adherence and glycemic control in adolescents with Type 1 Diabetes (T1D). The sample included 100 adolescents with T1D and the respective parent that accompanied the adolescent to the medical appointment. Adolescents answered the Self-Care Inventory-Revised, the Diabetes Family Behavior Scale and were assessed on the glycosylated hemoglobin. The three-way interactions between adherence, family support, and adolescents’ age and gender were both negatively significant and explained 24.12% and 22.02% of the variance, respectively. Higher family support, being female, and younger age moderated the relationship between adherence and glycemic control. According to the results, it is crucial that both parents and adolescents become involved in diabetes management, improved diabetes management skills, and increase problem-solving competences, in order to improve adherence behaviors and glycemic control and preventing diabetes complications and family conflict.


Palavras-chave / Keywords:

Aderência, Controlo glicémico, Apoio familiar, Adolescentes, Diabetes tipo 1.

Adherence, Glycemic control, Family support, Adolescents, Type 1 Diabetes.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2019
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: mediateca@lis.ulusiada.pt